Teresópolis poderá ter um Observatório Social

Em 2008, a cidade de Maringá/PR sofreu um rombo de mais de 100 milhões por parte do poder público. Indignados, moradores e lideranças se articularam para combater a corrupção na cidade, mas só conseguiram reaver pouco mais de um milhão desse total. Assim começa a história da criação de uma ferramente de controle social criada no Brasil e a trajetória de um dos fundadores do Observatório Social do Brasil, o empresário, Ney da Nóbrega Ribas (foto), que veio a Teresópolis, a convite de algumas entidades representativas, explicar como nasceu esse movimento já presente em 15 estados e em vários municípios, além de apoiar a criação de um OS bem aqui em Teresópolis. E nós conversamos com ele, acompanhe:

Ney_da_Nobrega_Ribas_Obsevatorio_Social_do_Brasil

Apesar do frio, o salão do CEAC da Praça de Santa Tereza lotou com os interessados e representantes de várias entidades que foram chegando para ouvir o que esse paranaense, de fala mansa e firme, veio nos apresentar. Trata-se de um espaço para o exercício da cidadania, que deve ser democrático e apartidário e reunir o maior número possível de entidades representativas da sociedade civil organizada com o objetivo de contribuir para a melhoria da gestão pública.

“Precisamos fazer a diferença pelo Brasil” Ney Ribas

Viajando por todo o país, atendendo aos muitos convites para implantar os OS´s, Ney nos revela que “o sentimento por mudanças é latente em todo o Brasil, de norte a sul”, segundo ele que, nos conta também um caso simbólico, o de um pai que acompanhava o filho durante palestra na escola sobre cidadania proporcionada pelo OS local e que, dias após, ao passar de bicicleta a caminho do trabalho, se deparou com uma grande obra na rodovia de sua cidade. Por trabalhar no ramo, achou que havia irregularidades e levou até o filho para comparar com o edital da obra estadual. Coisa grande. Meses depois, após a constatação dessas irregularidades nos gastos da obra, o caso ganhou dimensão nacional e acabou por derrubar o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, o DNIT, o antes poderoso, Luiz Antônio Pagot (PR).

Cada Observatório Social é integrado por cidadãos que transformaram o seu direito de indignar-se em atitude: em favor da transparência e da qualidade na aplicação dos recursos públicos. São empresários, profissionais, professores, estudantes, funcionários públicos e outros cidadãos que, voluntariamente, entregam-se à causa da justiça social.

Funciona como pessoa jurídica, em forma de associação, o Observatório Social prima pelo trabalho técnico, fazendo uso de uma metodologia de monitoramento das compras públicas em nível municipal, desde a publicação do edital de licitação até o acompanhamento da entrega do produto ou serviço, de modo a agir preventivamente no controle social dos gastos públicos. Além disso, o Observatório Social atua em outras frentes, como:

  • a educação fiscal, demonstrando a importância social e econômica dos tributos e a necessidade do cidadão acompanhara aplicação dos recursos públicos gerados pelos impostos.
  • a inserção da micro e pequena empresa nos processos licitatórios, contribuindo para geração de emprego e redução da informalidade, bem como aumentando a concorrência e melhorando qualidade e preço nas compras públicas.
  • a construção de Indicadores da Gestão Pública, com base na execução orçamentária e nos indicadores sociais do município,fazendo o comparativo com outras cidades de mesmo porte. E a cada 4 meses realiza a prestação de contas do seu trabalho à sociedade.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja outras matérias em: http://g1.globo.com/pr/parana/paranatv-1edicao/videos/t/edicoes/v/observatorio-e-arma-importante-para-a-cidadania/3558751/

Anúncios

Sobre O interior do Rio

Um entusiasta do interior do Estado do Rio e de seus valores. O desenvolvimento começa aqui.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s